quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Nacionalismo brasileiro




É o movimento de pessoas que amam o Brasil, sua cultura, sua diversidade e sua gente. É a união de pessoas que, por seu sentimento de amor a Pátria, farão tudo o que estiver ao alcance de suas mãos por um Brasil melhor, menos desigual e mais justo.


O verdadeiro nacionalismo brasileiro não é um sentimento hipócrita que leva as pessoas às lágrimas ao som do hino nacional, nem tampouco é o sentimento perene que surge nas épocas de grandes eventos esportivos ou de grande comoção nacional.


O nacionalismo brasileiro é o sentimento capaz de entristecer, indignar e levar a despertar nas pessoas o desejo de mudança quando vemos crianças a vender balas ou a fazer malabarismos nos faróis, brasileiros dormindo ao relento, sem casa, sem comida e sem esperança. É o sentimento que nos causa revolta quando sabemos de um pai de família que saiu de casa para trabalhar e não mais voltou, mas foi encontrado morto em uma guia de rua.


É o sentimento que nos faz indignar quando vemos que não há dinheiro suficiente para uma educação de qualidade, mas sobra para a corrupção. É o mesmo sentimento que nos faz tremer de raiva ao ver à falência do INSS, do sistema público de saúde e os deputados e senadores terem direito a carros zero, combustível de graça e até auxílio-paletó.


O nacionalismo brasileiro é o sentimento que não aceita o nepotismo, não aceita o pagamento absurdo de juros aos credores da divida externa, enquanto aposentados tem de esmolar nas ruas e nos semáforos.

Nesse sentimento de amor a Pátria não há espaço para violência, ódios, preconceitos ou rancores. Amamos também a democracia e os direitos que a liberdade nos dá. Nacionalistas são todos aqueles que jamais criarão ou apoiarão qualquer lei ou medida que venha a prejudicar o Brasil, os Estados, as Cidades e suas populações. Entretanto, é importante ressaltar que os nacionalistas brasileiros não têm ódio aos outros povos e suas culturas.


Respeitamos a cultura de outras nações e seus valores. Os verdadeiros nacionalistas do Brasil não só respeitam, mas são capazes de aprender e assimilar as boas experiências das outras nações e adapta-las a nossa realidade. O sentimento do nacionalista brasileiro é como o sentimento de um pai e uma mãe em relação a sua casa e seus filhos.


Um pai zeloso, uma mãe zelosa, jamais tomariam atitudes que venham a prejudicar seu lar, sua família e seus filhos. Mas, mantem um bom relacionamento com os seus vizinhos também. O nacionalismo brasileiro é o sentimento de amor a Pátria, mas não tem o Brasil como religião, todo nacionalista tem direito a sua crença seja ela qual for, o que nos une é o amor a Pátria.


O verdadeiro nacionalismo não prega o ódio, o racismo, o preconceito, a violência, a luta armada, a ditadura, a segregação, o fisiologismo, o nepotismo e nem tampouco a divisão dos Estados da Federação. Somos a favor da unidade, pois unidos somos mais fortes.


Nacionalismo é amar a terra-mãe, tratar a ela e a seus filhos com dignidade e respeito. Lutar contra as injustiças, indignar-se contra a roubalheira, os escândalos, as mentiras, a corrupção e aqueles políticos que legislam em causa própria. Nacionalismo é dar valor ao comércio e a indústria do Brasil, fazendo com que sejam capazes de concorrer em condições de igualdade com o que há de melhor no mundo, gerando empregos e divisas para o Brasil.

14 comentários:

karoline disse...

É muito intereçante e as pessoas podem estudar atraves desse texo

Marlon disse...

Texto muito bom! o brasil só irá chegar a ser rico de verdade apartir de quando seu povo olhar para sua terra e não ver somente miséria mas sim uma esperança de luta por um lugar melhor.

Rafael Oliveira disse...

So nacionalismo, educação e patriotismo para curar o Brasil...

Igor Santos disse...

cara seu texto é muito bom parabéns^^

Flo disse...

Muito bom, e isso vale pra todos os nacionalismo na verdade.

ANYKAROLINE disse...

ANY KAROLINE:MARAVILHOSO O SEU TEXTO M ;MAIS VOU FALAR UM POUCO DESDE MESMO PAÍS COM OUTRAS PALAVRAS .É UM PAÍS QUE EXISTI VIOÊNCIA SIM ,MAS EXISTI ESPERANÇA PORQUE ALGUMAS PESSOAS SONHAM EM SAIR DA RUA,SONHAM COM HOSPITAIS E REDE PUBLICAS MELHORES ONDE NÃO PRECISA MORRER NO CORREDOR A ESPERA DE SER ATENDIDO FICO INDIGNADA QUE NESTE PAÍS OS POBRES FICAM CADA VEZ MAIS POBRE E OS RICOS CADA VEZ RICOS ,TUDO BEM QUE ISSO DIMINUIU COM A ENTRADA DO LULA ,MAS NÃO ACABOU;E AS ESCOLA SINCERAMENTE É PÉSSIMA TALVEZ SEJA PORQUE A MINHA NÃO É BOA ,OU PORQUE EU TENHO UM SONHO EM ESTUDAR MEDICINA E ACHO QUE NÃO VOU CONSEGUIR PASSAR EM ALGUM CONCURSO PUBLICO, POIS A MINHA ESCOLA NÃO TEM APRENDIZAGEM BOA,E EU NÃO POSSO PAGAR E COM ISSO OS SONHOS NÃO SÓ MEU ,MAS DE MUITA GENTE VAI SE ACABANDO E DEIXANDO ATÉ O BRASIL DE LADO..
..

Anônimo disse...

Os que amam o Brasil, odeiam a corrupção, pois o que impede o nosso pais avançar são os corruptos.

Anônimo disse...

Não devemos temer os opressores estrangeiros! Eles já nos exploraram o suficiente. Chega de sempre ajuda-los em momentos difíceis. Precisamos valorizar mais a nossa cultura. Não devemos nos subordinar a pedidos e auxílios deles. Devemos ter um caráter. Nossa nação tem a força, tem o poder. Nós somos a nação, nós o poder e não haverá inimigo que se oponha ao Brasil. Somos fortes, raça vibrante e devemos mostrar o que somos!

Anônimo disse...

Nós levamos o Brasil nas costas, o Brasil nos leva para o futuro. Nós somos o futuro. Caminhamos com ele e na nossa frente ele nos guia. Nosso sangue é brasileiro. Não tememos nada!

Anônimo disse...

A luta para tornar melhor nossa pátria, donde vem nosso sangue, transpassa gerações. Meu pai foi militante contra a ditadura. Conheceu expoentes da arte, líderes e conversou com intelectuais como Paulo Freire, Chico Buarque e Carlos Lamarca. Gritou, foi calado; lutou, foi preso. Chorou. Desesperou-se. Mas a última que morre é a esperança. E ele viu que seu sofrimento, que a vida de dezenas de companheiros, não foi em vão.
Se hoje gozamos de democracia, ainda que jovem e em evolução, porém uma das mais avançadas do mundo; se hoje usufruímos de liberdade de expressão; se hoje vivemos num país que deixou de ser promessa para ser realidade, é porque homens corajosos lutaram por ele, deram seu sangue por um ideal e tal ideal, antes utopia, só se concretizou porque nasceu no coração do povo brasileiro.
Triste é ver que muitos, principalmente os jovens, crescem na alienação de que somos nação fraca e ultrapassada. Trocam seu passado e seus herois por ídolos importados, românticos. Não percebem que, ao rebaixarem o Brasil, desprezam a si próprias. Já dizia o romano Cícero: "desconhecer a própria história é permanecer criança para sempre." Caso nossos contemporâneos não mudarem sua postura, a educação, seremos eternamente nação de erros infantis.
Quem critica a pátria, sem base ideológica, negando-lhe auxílio quando mais necessita, é medíocre. O Brasil não precisa de céticos pessimistas unilaterais que o puxam pra baixo, mas negam-lhe a mão amiga, o braço forte, o peito corajoso. Não são por fim brasileiros. E se não têm outra nacionalidade, são bando de bastardos.
Fico feliz por encontrar mais compatriotas que assumem o dever de contribuir para com seu país em seu tempo; tomar a vanguarda das ações de um nova era e desmistificar esse tabu da maioria dos brasileiros, essa mania de se sentirem inferiores.
Porque somos gigantes em berço esplêndido, com um Deus brasileiro!

caio disse...

Movimento Somativo Brasileiro, juntem-se a nós, se você é nacionalista, você é somatista. Curta a página no FACEBOOK e espalhe esta ideologia. O Brasil precisa de você!

Você pode ajudar!

Abraços

Anônimo disse...

intereÇante ???????

Anônimo disse...

Ser um nacionalista é ficar em casa sem consumir nada, só o feijão com arroz por um dia por semana.

Antonio Wanderley Paschoa disse...

SER NACIONALISTA

É NÃO pactuar com a escória política desse País
É mobilizar uma manifestação branca
É NÃO votar ou anular SEU voto

Talvez seja o primeiro passo para
EXTERMINAR a escória de políticos
que dominam, com poder ditatorial sob o manto da Democracia, o nosso BRASIL.

A W PASCHOA - ITU - SP.